abr 3, 2017

You Are Here: Home / 3 abr 2017

O Triturador Tritucap traz conceito ecológico para renovação de cafezais, sem o uso do fogo.

Categories:

Agricultura sem queima

Muitos agricultores utilizam o fogo para limpar matas ou florestas e para fertilizar o solo. Os agricultores associam diretamente a queima ao bom desenvolvimento das plantas. Ainda há agricultores que defendem fortemente a ideia de que plantar sem uso do fogo não é viável, afirmando que a queima é a maneira mais eficiente de limpar a vegetação para implementar áreas agrícolas e de controlar o crescimento de ervas daninhas ao longo do ciclo produtivo.

As vantagens do método sem uso do fogo podem ser traduzidas de diferentes maneiras: diminui a emissão de carbono para atmosfera, com redução na contribuição do efeito estufa; proporciona ao agricultor o plantio em outras épocas do ano, diferentes das atuais; e melhora as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, entre outras.

Na cafeicultura

Na lavoura de café se comporta como uma mata ou floresta. Num ambiente de cobertura permanente do solo e com dinâmica de reciclagem constante, da folhagem e ramos finos dos cafeeiros, que caem ao chão. Também a cobertura com ervas daninhas nas ruas e o seu controle, em seguida, produz material orgânico. “Este deve ser aproveitado, afinal esse material vegetal foi produzido a custa de extração de nutrientes na área, do solo ou dos adubos aplicados. Sua reciclagem fornece nutrientes na forma de lenta liberação, portanto, melhor aproveitados pelos cafeeiros”, comenta engenheiro agrônomo José Braz Matiello da Fundação Procafé/MAPA.

Lembrando que em média um pé de café adulto pode pesar até 75 quilos, então em 1 hectare com 3.000 pés, terá aproximadamente 225 toneladas de matéria orgânica que será aproveitada para fertilidade do solo.
Resultado Trituração do Café

Já em podas de esqueletamento, recepa ou decote, desde que o material esteja recém podado (verde) e bem enleirado na entrelinha, o TRITUCAP consegue triturar todo material em uma só passada. “O TRITUCAP é composto com facas de aço altamente resistente ao corte e também a abrasão, que lhe dá vantagens em relação ao custo operacional aos demais trituradores com martelos, que tem um alto desgaste e até muitas quebras durante a operação, comprometendo o rendimento”, diz o engenheiro agrônomo da Petrotec, Eduardo Ferreira.

O Tritucap

No aproveitamento desses resíduos orgânicos, seja oriundo dos cafeeiros, seja do mato, entra um implemento que tem seu uso crescente na cultura cafeeira.
Trata-se do TRITUCAP, um equipamento composto por um rotor munido de facas e acionado pela TDF do trator, que faz um efeito de triturador dos restos vegetais.

O TRITUCAP, para erradicação de pés de café com troncos de diâmetro bem grosso, deve-se fazer uma primeira passada, com o triturador mais alto do solo e, depois, uma segunda, mais baixo rente ao solo, para ter um serviço mais eficiente.

Além dos cafezais, o TRITUCAP, poderá ser utilizado em limpeza de mato em linhas de transmissão de energia, pastagens, eucalipto e pinus, citros e outros pomares com até 25 cm de diâmetro de caule.A evolução da agricultura sem o uso de fogo evoluiu de alguns anos para cá, mostrando os benefícios de se ter mais matéria orgânica da própria área”, lembra Eduardo Ferreira.

Fabricado pela PETROTEC, empresa líder em fabricação de equipamentos para construção civil, há 22 anos no mercado, o TRITUCAP é um produto 100% Nacional, trazendo versatilidade e confiabilidade para os clientes agora na área agrícola.

Entrevista Jose Braz Matiello

Muitas pessoas ficam indignadas com a erradicação de um cafezal sem saber o motivo de tal manejo. Qual a necessidade de erradicar um cafezal e suas vantagens?

José Braz Matiello

José Braz Matiello

A necessidade de erradicar um cafezal tem origem em uma análise da condição vegetativa e produtiva da lavoura, a idade das plantas, o historico da produtividade do talhão, o espaçamento, a variedade e a localização da lavoura. Estes fatores em conjunto podem indicar se a recuperação compensa. Em muitos casos vai ser indicada a substituição da lavora. E, para substituir é preciso limpar a área e uma das etapas é erradicar o cafezal, visando, em seguida, plantar nova lavoura. Este novo cafezal, rapidamente, começará a produzir, agora com variedades, espaçamentos, alinhamento mais favoráveis á obtenção de bons níveis de produtividade.

Quando não utilizam a lenha para secagem do café, muitos produtores tem um problema com os restos de podas ou cafezais erradicados. Quais os passos de um bom planejamento eles deverão seguir para acabar esse problema?

Para a erradicação existem alternativas, as normais, fazendo primeiro um esqueletamento e, em seguida trinchando os restos, pra depois cortar o tronco grosso, retirar a lenha e arrancar o toco. Um outro sistema, agora viável, seria passar um triturador, em uma única passada, triturando, inclusive, a madeira grossa. Isso é possível acoplando ao trator um equipamento novo que trabalha com facas ao invés de martelos comuns da rincha.

Conte nos um pouco sobre o aproveitamento dos restos vegetais triturados, no que se diz respeito a ciclagem de nutrientes para o café?

O aproveitamento dos restos vegetais do cafezal, ao máximo, deve ser feito, pois eles acumulam grande quantidade de nutrientes, macro e micro, na forma orgânica, portanto em forma lentamente liberada e de bom aproveitamento, pois se encontram. São quantidades elevadas que beneficiarão as culturas seguintes, seja um novo cafezal ou outras culturas, ajudando na parte nutricional, alem de favorecer a parte física e biológica do solo.

Os resíduos triturados, em pequenos pedaços, alem de deixar o solo limpo da ramagem e tronco dos cafeeiros, que impediriam as operações na área, nesse tamanho pequeno, aceleram a decomposição e a liberação dos nutrientes, para o solo e para as plantas,

Falando em evolução da mecanização da agricultura, como você vê as máquinas em métodos de erradicação utilizados atualmente e suas diferentes características?

Vemos que toda evolução na mecanização, visando facilitar os aspectos operacionais e reduzir custos, como uma vantagem, a qual deve sempre ser analisada pelo técnico que assiste e pelo cafeicultor. 

Qual a sua opinião referente aos resultados obtidos na trituração de café, usando o TRITUCAP?

Vemos que os sistemas de trituração que empregam facas, promovem boa eficiência na trituração dos resíduos da ramagem dos cafeeiros.

Comprovado a melhor vantagem no campo

.